Hoje eu resolvi escrever sobre um assunto que tem me incomodado nos ultimos dias.
Vou explicar…
Nesta semana quem me segue no twitter, facebook… viu meu descontentamento e revolta com uma empresa que presta serviços de mudanças aqui em Curitiba. Fiquei muito indignada pois o serviço que me venderam foi bem mal feito (posso até duvidar que tenha efetivamente sido feito). E como se não bastasse, o atendimento ainda foi bem fraco (pra não dizer coisa pior).
Aí me veio na cabeça: “mas como achei aquela empresa?”. Ora, procurando no Google! Entrei no site deles, achei arrumadinho, bem feito e tal, com fotos até que representativas, liguei, gostei do preço “camarada” e contratei. Me lembro de ter pensado “bom, se o cara investiu em site, é porque se importa com a empresa dele, investe”. Mas no final da história caí no conto do site enganador. Bonitinho, mas ordinário.
Ainda nessa semana fiquei sabendo de um site de “fotógrafas” cariocas que copiaram fotos de outros fotógrafos como Vinicius Matos e outros colegas de profissão para ilustrar seu site como sendo “seu portfólio”. O próprio Vinicius fez um post no blog dele falando a respeito, leia aqui.
Como pode alguém enganar o consumidor desta maneira? Vendendo algo que não é seu, e conseqüentemente nunca poderá entregar para o cliente no final do trabalho.
Eu sei como é começar, não ter porftólio…. É difícil, sofrido, mas o único jeito pra conseguir clientes e ter seu portfólio é … trabalhando!
Eu presto serviço, sei do cuidado que tenho que ter com o nosso trabalho, com o atendimento, com o produto final. E podem me chamar de chata, mas eu prezo e muito pelo bom atendimento em primeiro lugar! Acho que ser honesto, sincero e educado é o mínimo que eu posso fazer pelo meu cliente. Que está pagando pelo serviço, que acreditou no meu site, no meu trabalho, em mim.
Erros acontecem, todos falham. Quem nunca errou que atire a primeira pedra. Mas eu nunca vou admitir que me enganem. Acho que é um dos piores sentimentos que se pode ter como consumidor, né? Estou frustrada mesmo!
Desde que isso aconteceu tenho sido mais cautelosa com sites. Poisé! Nem tudo que reluz é ouro! Nem todos os sites lindos, bem feitos vão atender suas expectativas.
Fiquei pensando nas noivas, que são nossas clientes. Nosso maior número de clientes vem da internet e de indicações. Por isso eu gosto muito de fazer uma reunião antes com os clientes, conhecer e conversar, saber a história de pertinho… de “ver ao vivo” sabe? Nem sempre dá, mas também podemos usar a internet pra isso, né?
Acho que é por isso eu gosto tanto desse cantinho aqui. Onde eu posso contar um pouco do nosso dia-a-dia, mostrar a nossa caminhada nessa profissão, fazer amigos (sim!! eu fiz amigos por ter esse blog!), e de quebra conquistar clientes. Espero de coração que eu consiga passar aqui a essência do nosso trabalho. Eu me sinto viva quando estou fotografando, registrando histórias, conhecendo pessoas. E é isso que eu quero contar aqui: histórias reais.
To triste porque às vezes a vida mostra que nem todos estão preocupados em viver, mas sim em “ganhar dinheiro”, em passar os outros pra trás, em se dar bem… Mas ao mesmo tempo estou feliz porque eu durmo tranqüila à noite sabendo que eu faço com carinho, com honestidade.
Deu pra entender?
Aliás, dicas sempre são bem vindas. O que você quer ver aqui? Conta pra mim!

Postado em


Comente




5 responses to “sites são confiáveis?”

  1. Jeff Bucholz says:

    Olá.. A falta de ética é um câncer na sociedade brasileira, muitos reclamam dos politicos e da corrupção, mas se pararmos pra pensar o "jeitinho brasileiro" é uma das maiores influências da falta de ética enraizada na nossa cultura.. lamento por aqueles quem não pensam além do próprio umbigo, querendo ganhar em cima de clientes e nunca pensam no seu próximo..(sendo cliente ou não) o Brasileiro tem que parar de ser EGOISTA! e esses "picafumos" que estragam a sociedade merecem ser punidos de alguma forma sim!! Unidos podemos lutar contra esses ai.. Você tem meu total apoio na sua revolta!! Abraços.. e Sucesso pra vcs!!

  2. Andressa Schypula says:

    Por essa razão, vou tendo mais certeza de quem contratar quando fizer meu casamento!! rsrsrs
    Parabéns pelo ótimo trabalho!!
    E tem muito picareta no mercado mesmo, mas um dia da caça outro do caçador…
    *Já estava ficando preocupada sem as postagens!!
    Abraço

  3. darlancoura says:

    Você e vários grandes fotógrafos não são somente exemplo Marina, são inspiração! Há muito tempo venho fazendo cursos, estudando livros e mais livros, estudando fotos de grandes fotógrafos, indo a workshops etc para me tornar o melhor que eu puder ser nesta profissão!

    Todo mundo sabe que não é fácil começar, sem portifólio, sem material próprio! Mas se apossar do material dos outros, isso não se justifica jamais…

    Eu fotografo há algum tempo, tenho poucos eventos meus, mas tenho mais de 8000 imagens de eventos dos quais fui fotografo principal para outras pessoas, mesmo como freelancer, e nenhumazinha sequer foi parar em lugar nenhum, senão 2 fotos que tem no meu face e foram devidamente autorizadas… e olha que eu tive mais de 3 mil reais de prejuízo no Garden quando parte do meu equipamento foi Furtado!

    A minha hora vai chegar, eu sei disso! É como você disse: "Amando a vida, tudo fica mais fácil ou pelo menos mais suave"!

    É muito triste o que aconteceu! O Blog já saiu do ar, mas o Face deles continua a todo vapor!

    Se eu tivesse amigo na mídia levava para um programa desses que intrevista na rua, no início de um evento delas, já pensou?

Leave a Reply

Theme por Claudio Garcia Meliess.com - todos direitos reservados